Você está aqui: Principal Regional Café de Guaçuí conquista paladar dos ingleses

Café de Guaçuí conquista paladar dos ingleses

O produtor de café de Guaçuí, Leandro Dessi de Paula, de 34 anos, está sorrindo a toa. Tudo porque seu café tem conquistado o paladar dos ingleses. Segundo ele, além da Inglaterra, as amostras da bebida também foram parar em Lisboa, Portugal.

“Comecei a enviar amostras deste café para o lab kitchen, de Lisboa, por meio de um amigo, um barista de Caconde|SP. E ele foi reenviado para outros baristas. E nestes envios, também entrei em contato com uma cafeteria em Blumenal (SC), onde por obra de Deus tinha um amigo, dono de uma cafeteria, que é barista na Cimballi, uma empresa de equipamentos de café, na Inglaterra”, conta.

Segundo Leandro, a história se repetiu até chegar a uns dos gerentes de uma das melhores torrefações da Inglaterra, a Assembly Coffe Roster. Em relação à quantidade de café enviada, Leandro diz que só conseguiu produzir uma saca de 60Kg do Caparaó Tropical, um dos seus cafés especiais.

“Quando os ingleses me acharam, o café já estava acabando. Não consegui enviar uma quantidade maior para ser comercializado por lá, por muito tempo, só deu para um mês. Mas o mais importante a gente conseguiu, que foi o contato com as pessoas e a possibilidade de comercializar cafés de Guaçuí e região”, enfatiza.

Sobre o nome do café, Leandro conta que está registrando uma marca para um café específico, que é o Caparaó Tropical. Ele também está criando uma marca com o nome de sua fazenda e deve utilizá-la na maioria dos seus cafés especiais.  “O nosso café de maior sucesso é o Caparaó Tropical”, afirma

Café premiado

Segundo Leandro, o café que produz já lhe rendeu o 1º lugar na 3ª Mostra de Cafés Especiais de Guaçuí. “Não participei de nenhum outro concurso, porque isso ainda não faz parte das minhas prioridades em relação ao café especial”, diz.

Capacitação

Para produzir um bom produto, o cafeicultor lembra que já participou com sua esposa de um curso de análise física e sensorial de uma empresa do Caparaó. “Neste curso levei uma amostra do café para as pessoas provarem e lá que eu soube que tinha uma verdadeira jóia nas mãos”, lembra.

Sobre os cafés especiais, o produtor enfatiza que eles são difíceis de serem produzidos. “O café especial é difícil de ser produzido devido a altitude de Guaçuí. No entanto, temos muito carinho em produzir cada grão e acho que aí está o sucesso do nosso café”, completa.

De acordo com Leandro, para cultivar um café especial na região do Caparaó, é preciso fazer uma colheita seletiva de grãos e isso é um processo caro, que tem muito mercado que ainda não valoriza. No entanto, o cafeicultor completa que isso já está mudando.

Foto: Divulgação

Compartilhar no Facebook

90.5 FMRádio 90.5 FM.

Sua melhor companhia. Entretenimento e informação garantidos 24 horas por dia.
Anuncie com a gente!
A maior audiência no sul do estado.

ENDEREÇO

Av Espírito Santo, 331 - Centro Guaçuí - ES - CEP: 29560-000 (28) 3553-1619 - Fax: (28) 3553-0308